Termos e condições gerais de negócios

§ 1 Âmbito de aplicação

1 Estas condições de venda aplicam-se exclusivamente a empresas, entidades jurídicas de direito público ou fundos especiais de direito público na acepção do § 310 parágrafo 1 BGB (Código Civil Alemão). Só reconheceremos quaisquer termos e condições do cliente que entrem em conflito ou se desviem dos nossos Termos e Condições de Venda se concordarmos expressamente, por escrito, com a sua validade.

2. Estes termos e condições de venda aplicam-se igualmente a todas as transacções futuras com o cliente, na medida em que se trate de transacções legais de natureza relacionada (como precaução, os termos e condições de venda devem, em qualquer caso, ser anexados à confirmação da encomenda).

3. Os acordos individuais feitos com o comprador em casos individuais (incluindo acordos de garantia, suplementos e alterações) terão sempre precedência sobre estas Condições de Venda. Sujeito a prova em contrário, um contrato escrito ou a nossa confirmação por escrito será decisivo para o conteúdo de tais acordos.

§ 2 Oferta e celebração de contrato

Se uma encomenda deve ser considerada como uma oferta de acordo com o § 145 BGB, podemos aceitá-la dentro de duas semanas.

 

§ 3 Documentos fornecidos

Reservamos os direitos de propriedade e os direitos de autor a todos os documentos fornecidos ao comprador em relação à realização da encomenda - inclusive em formato electrónico - tais como cálculos, desenhos, etc. Estes documentos não podem ser tornados acessíveis a terceiros a menos que demos o nosso consentimento expresso por escrito ao cliente. Se não aceitarmos a oferta do cliente no período do § 2, estes documentos devem ser-nos devolvidos imediatamente.

 

§ 4 Preços e pagamento

1 Salvo acordo em contrário por escrito, os nossos preços são à saída da fábrica, excluindo embalagem e acrescidos do imposto sobre o valor acrescentado à taxa em vigor. Os custos de embalagem serão facturados separadamente.

 

2 O pagamento do preço de compra deve ser feito exclusivamente para a conta especificada por nós. A dedução de um desconto só é admissível com um acordo especial por escrito.

3. Salvo acordo em contrário, o preço de compra deve ser pago no prazo de 10 dias após a entrega. Os juros de mora serão cobrados a uma taxa de 8% acima da respectiva taxa de juros base a.a. Nós nos reservamos o direito de afirmar um dano maior causado por padrão.

4. a menos que um acordo de preço fixo tenha sido feito, reservamo-nos o direito de fazer alterações de preço razoáveis devido a alterações nos custos salariais, materiais e de distribuição para entregas que ocorram 3 meses ou mais após a conclusão do contrato.

 

§ 5 Direitos de Retenção

O cliente só tem direito a exercer um direito de retenção na medida em que a sua reconvenção se baseie na mesma relação contratual.

 

§ 6 Prazo de entrega

1. O início do prazo de entrega indicado por nós pressupõe o cumprimento atempado e adequado das obrigações do comprador. Nós nos reservamos o direito de levantar a defesa do não cumprimento do contrato.

2. se o cliente não for aceite ou violar culposamente outras obrigações de cooperação, temos o direito de exigir uma indemnização pelos danos por nós sofridos a este respeito, incluindo quaisquer despesas adicionais. Nós nos reservamos o direito de fazer mais reivindicações. Na medida em que as condições acima mencionadas sejam cumpridas, o risco de perda acidental ou deterioração acidental da mercadoria comprada deve passar para o cliente no momento em que o cliente estiver em falta de aceitação ou atraso do devedor.

No caso de um atraso na entrega não causado por nós intencionalmente ou por negligência grave, seremos responsáveis por cada semana completa de atraso no âmbito de uma indemnização fixa por atraso no valor de 1,5% do valor da entrega, mas não mais de 6% do valor da entrega.

4. Outras reivindicações legais e direitos do cliente devido a um atraso na entrega permanecem inalterados.

 

§ 7 Transferência de risco na expedição

Se a mercadoria for enviada para o cliente a pedido deste, o risco de perda acidental ou deterioração acidental da mercadoria deve passar para o cliente no momento da expedição para o cliente, o mais tardar ao sair da fábrica/armazém. Isto aplica-se independentemente de as mercadorias serem expedidas do local de execução ou de quem suporta os custos de frete.

§ 8 Retenção do título

1) Reservamo-nos o direito de propriedade do artigo entregue até que todas as reclamações decorrentes do contrato de entrega tenham sido pagas na sua totalidade. Isto também se aplica a todas as entregas futuras, mesmo que nem sempre nos refiramos expressamente a isto. Teremos o direito de retomar o objecto da venda se o cliente agir em violação do contrato.

2. O cliente é obrigado a tratar o item comprado com cuidado, desde que a propriedade ainda não tenha sido transferida para ele. Em particular, ele é obrigado a segurá-lo suficientemente às suas próprias custas contra roubo, incêndio e danos causados pela água a valor de reposição (Nota: só é permitido quando se vende mercadorias de alto valor). Se os trabalhos de manutenção e inspecção tiverem de ser realizados, o comprador deve realizá-los em tempo útil e a expensas suas. Enquanto a propriedade ainda não tiver sido transferida, o cliente deve informar-nos imediatamente por escrito se o item entregue é apreendido ou exposto a outras intervenções de terceiros. Na medida em que o terceiro não esteja em condições de nos reembolsar os custos judiciais e extrajudiciais de um processo, de acordo com o § 771 ZPO (Código de Processo Civil Alemão), o cliente é responsável pelos prejuízos por nós sofridos.

3. O cliente tem o direito de revender a mercadoria reservada no curso normal dos negócios. O cliente pelo presente atribui-nos todas as reclamações contra o comprador decorrentes da revenda das mercadorias reservadas no valor do montante da factura final acordado connosco (incluindo o imposto sobre o valor acrescentado). Esta atribuição aplica-se independentemente de o item comprado ter sido revendido sem ou após o processamento. O cliente continua a ter o direito de cobrar o crédito mesmo após a cessão. A nossa autoridade para cobrar a reivindicação permanece inalterada. No entanto, não cobraremos o crédito enquanto o cliente cumprir as suas obrigações de pagamento a partir dos rendimentos recebidos, não estiver em falta de pagamento e, em particular, não tiver sido apresentado nenhum pedido de abertura de processo de insolvência ou os pagamentos não tiverem sido suspensos.

4. O tratamento, processamento ou transformação do objeto de venda pelo cliente é sempre realizado em nosso nome e em nosso nome. Neste caso, o direito expectante do cliente ao objeto de compra deve continuar no objeto transformado. Se o item comprado for processado com outros objetos não pertencentes a nós, adquiriremos a co-propriedade do novo item na proporção do valor objetivo do nosso item comprado para os outros objetos processados no momento do processamento. O mesmo se aplica em caso de mistura. Se a mistura for efectuada de forma a que o artigo do cliente seja considerado como o artigo principal, considera-se acordado que o cliente nos transferirá a co-propriedade proporcional e manterá a propriedade exclusiva ou a co-propriedade assim criada para nós. A fim de garantir as nossas reivindicações contra o cliente, o cliente também nos cede as reivindicações que lhe advêm contra terceiros através da ligação da mercadoria reservada a uma propriedade; nós aceitamos esta cessão.

5. Comprometemo-nos a libertar os títulos a que temos direito, a pedido do comprador, se o seu valor exceder em mais de 20% os créditos a serem garantidos.

§ 9 Garantia e notificação de defeitos, bem como recurso/fabricante / recurso / declaração de imparcialidade, confidencialidade e conformidade

1. Os direitos de garantia do cliente pressupõem que este tenha cumprido devidamente as suas obrigações de inspecção e notificação de defeitos, de acordo com o § 377 HGB.

2. As reclamações por defeitos tornam-se prescritas 12 meses após a entrega da mercadoria entregue por nós ao nosso cliente. O prazo legal de prescrição aplica-se a pedidos de indemnização em casos de dolo e negligência grave, bem como em casos de lesão da vida, do corpo e da saúde que se baseiem numa violação intencional ou negligente do dever por parte do utilizador.
Na medida em que a lei de acordo com § 438 Para. 1 No. 2 BGB (edifícios e itens para edifícios), § 445 b BGB (direito de recurso) e § 634a Para. 1 BGB (defeitos de construção) prescreve períodos mais longos, estes períodos são aplicáveis. O nosso consentimento deve ser obtido antes de qualquer mercadoria ser devolvida.

3. se, apesar de todo o cuidado, a mercadoria entregue apresentar um defeito que já estava presente no momento da transferência do risco, nós iremos, sujeito à notificação atempada de defeitos, reparar a mercadoria ou entregar mercadoria de substituição a nosso critério. Devemos sempre ter a oportunidade de remediar o defeito dentro de um período de tempo razoável. Os pedidos de recurso não são afetados pela disposição acima sem restrições.

4. Se o desempenho subsequente falhar, o cliente pode - sem prejuízo de quaisquer reclamações por danos - rescindir o contrato ou reduzir a remuneração.

5. não existem reclamações por defeitos no caso de apenas um desvio insignificante da qualidade acordada, no caso de apenas uma diminuição insignificante da capacidade de utilização, no caso de desgaste natural ou desgaste, bem como no caso de danos que ocorram após a transferência do risco em resultado de manuseamento incorrecto ou negligente, tensão excessiva, materiais de operação inadequados, trabalhos de construção defeituosos, terrenos de construção inadequados ou devido a influências externas especiais que não estejam previstas no contrato. Se o cliente ou terceiros efectuarem trabalhos de reparação ou modificações incorrectos, não haverá reclamações com base em defeitos e nas consequências resultantes.

6. As reclamações do cliente por despesas incorridas para efeitos de desempenho posterior, em particular custos de transporte, viagens, mão-de-obra e material, estão excluídas se as despesas aumentarem porque os bens entregues por nós foram posteriormente levados para um local diferente da sucursal do cliente, a menos que a transferência corresponda à sua utilização prevista.

7. O direito de recurso do cliente contra nós só existirá na medida em que o cliente não tenha feito quaisquer acordos com o seu cliente que vão além das reivindicações legais obrigatórias por defeitos. Além disso, o parágrafo 6 aplica-se em conformidade com o âmbito do direito de recurso do cliente contra o fornecedor.

8. a MQS AG e, em particular, seus funcionários do laboratório de testes devem, sem exceção, estar comprometidos com os princípios de imparcialidade em todas as suas ações. A imparcialidade é uma componente central da filosofia da empresa e é entendida como a existência da objetividade. Para este fim, todo o pessoal da MQS AG é informado da necessidade da política de imparcialidade, está ciente dela, é compreendido por ela e é obrigado a agir imparcialmente se alguma ameaça à imparcialidade se tornar conhecida. O pessoal da MQS AG reportará imediatamente quaisquer ameaças ou conflitos de interesse à gerência. Não serão aceites ordens relacionadas com a imparcialidade.

9. a MQS AG compromete-se, sem excepção, a manter a confidencialidade de todas as informações fornecidas no âmbito da relação comercial, independentemente da forma sob a qual são fornecidas. A MQS AG compromete-se ainda a impor a mesma obrigação de confidencialidade a todos os terceiros que envolve na execução dos seus serviços e, se necessário, a divulgar ou disponibilizar a terceiros o conteúdo da encomenda e outros documentos e informações (confidenciais) fornecidos no âmbito da encomenda apenas com o consentimento da respectiva outra parte contratante.

10. O laboratório de testes da MQS AG não faz nenhuma declaração de conformidade! Isto aplica-se tanto para a área acreditada como para a não acreditada.

 

§ 10 Diversos

1. Este contrato e todas as relações jurídicas entre as partes estão sujeitas à lei da República Federal da Alemanha, excluindo a Convenção das Nações Unidas sobre Contratos de Venda Internacional de Mercadorias (CISG).

2. O local de execução e o local exclusivo de jurisdição e para todos os litígios decorrentes deste contrato é a nossa sede social, salvo indicação em contrário na confirmação do pedido.

3. Todos os acordos feitos entre as partes com a finalidade de executar este contrato são estabelecidos por escrito no presente contrato.

Version 1.0 | Feveiro 2020

MQS AG
Marie-Curie-Straße 2
85055 Ingolstadt
Deutschland

+49 841 133 40 - 0
+49 841 133 40 - 99
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

MQS Ibérica, Lda

Rua João Lino, lote 1,
Armazém 1,
Zona Industrial Quinta das Rebelas
2830-222 Santo André 
Barreiro
Portugal

+351 212 221 040
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.